• Notícias
  • Festa do Divino | Animação é a marca de voluntários do café das Alvoradas

    20.05.15 - 14:04 | Notícias, Notícias da Festa

    Foto: Eduardo dos Santos

    Foto: Eduardo dos Santos

    Cerca de 50 pessoas, entre homens e mulheres, atuam diariamente no salão paroquial da Catedral de Santana, onde é servido o tradicional café, acompanhado de pão com mortadela

    Animação de voluntários é a marca registrada no café das Alvoradas da Festa do Divino Espírito Santo de Mogi das Cruzes, que recebe mais de mil devotos sempre depois do cortejo, no Salão Paroquial da Catedral de Santana. A procissão começa às 5 horas, com concentração em frente ao Império do Divino, e percorre um trajeto diferente cada dia pelas ruas da área central da Cidade.

    Para dar conta de todo o serviço, seja no preparo do café ou para servir os fiéis, cerca de 50 pessoas, entre homens e mulheres, atuam diariamente no local. Mas os trabalhos por lá são iniciados bem mais cedo, por volta das 3h30, quando começam a chegar os voluntários que se encarregam de preparar o café, sob a coordenação de José Carlos Nunes Júnior.

    Dentre eles está o aposentado João Fernandes Sobrinho, de 74 anos, dos quais 46 dedicados à missão de preparar o café. “Não há segredo, apenas amor e sem cansaço”, ressalta, lembrando que não faz nada sozinho. Com ele, mais três voluntários ajudam nesse preparo: Benedito Fernandes, Roberval dos Santos Costa e João Alves dos Santos. “Aqui formamos uma grande família. É tudo muito agradável”, comenta Benedito. Para Santos, “é a mão do Divino que ajuda o grupo”: “Preparamos o café e os lanches com muito carinho”, sintetiza.

    Há, também, a ala feminina do café, que, antes de os devotos chegarem, cantam músicas religiosas e fazem até coreografias, batendo palmas, com uma empolgação admirável, já às 6 horas da manhã. São “as divinetes”, como elas se denominam. Integram esse animado grupo Lourdes Cleide de Moraes, Zélia Ribeiro, Vilma Ribeiro, Cristina Guimarães, Edna Costa, Andréia Aparecida Nascimento e Nilde Lima. “Não tem explicação o que nós sentimos, mas servir ao próximo por meio do Divino é muito gratificante”, observa Edna. Andréia, por sua vez, faz questão de dizer que o que as move é a fé: “Nós fazemos o lanche e organizamos todo o salão para deixá-lo bem arrumado para receber os devotos. Tudo o que fazemos é pela nossa fé e pela fé dos devotos, que apreciam o nosso café, nos elogiando a cada dia. O nosso café é abençoado”.

    De acordo com o coordenador do café, um grupo de aproximadamente 50 voluntários atua nesse setor da Festa do Divino. Para todos os dias de Alvorada – ela foi iniciada no dia 16 de maio e termina no dia 23 de maio -, foram destinados 11,7 mil pães, 240 quilos de mortadela, 250 quilos de biscoitos, 75 quilos de pó de café e 210 quilos de açúcar. “A cada dia parece que aumenta o número de devotos que participam da Alvorada, e nós temos de servir a todos. Graças a Deus, tudo está correndo bem, e a nossa expectativa é de que continue assim até a última Alvorada”, frisa Nunes Júnior, que, fica de olho na fila do café para que nenhum fiel deixe de ser servido. Ele chega a dar volta na Catedral de Santana. “É preciso ficar atento para que todos saiam satisfeitos”, define.

    Antes de servir o café, contudo, parte dos voluntários fica do lado de fora do salão para recepcionar o público da Alvorada, que passa pela Rua Paulo Frontim, em direção ao Império do Divino, onde é encerrada a procissão do amanhecer. Bandeiras acomodadas no Império, todos seguem para o salão paroquial, onde um saboroso café os aguarda.

    Maria Salas
    Assessoria de Imprensa da Festa do Divino Espírito Santo de Mogi das Cruzes de 2015

     

     

     

    Notícia anterior:
    Próxima notícia:

    ^ topo

    Associação Pró-Festa do Divino Espírito Santo
    Av. Francisco Rodrigues Filho, 1232 • CEP 08773-380 • Mogilar • Mogi das Cruzes • SP
    Telefone/Fax: (11) 4790-6835 • contato@festadodivino.org.br

    Fale Conosco | Créditos | Condições de Uso